DestaquesLutasNotícias

INFORME SINTIFRJ: Manifesto do Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público

Nos dias 29 e 30 de julho foi realizado o Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público divulgado nas redes do SINTIFRJ na semana passada. Após os dois dias de discussão, foi lançado um manifesto do encontro com o intuito de catalisar a luta contra a Proposta de Emenda Constitucional 32 ou Reforma Administrativa.

 O documento, elaborado por diversas centrais sindicais, aborda o que está em jogo com a reforma administrativa do governo Bolsonaro, os impactos que ela gerará nos serviços públicos, aos servidores públicos e à sociedade brasileira. Foram listados sete encaminhamentos considerados cruciais para o combate da aprovação da reforma.

 Os principais encaminhamentos são:

 1) Mobilização em Brasília dia 03/08

 Que aconteceu nesta terça feira, em que foram chamados representantes e vários  trabalhadores e trabalhadoras mobilizaram-se.

 2) Greve do setor público / dia nacional de mobilização – 18/08

 a) Realizar assembleias para construção da greve em cada local de trabalho;

b) Construção de comandos de mobilização; e,

 c) Organização de atos unificados nas cidades ou regiões.

3) Ações para mobilizar vereadores e deputados estaduais:

a) Audiências Públicas nas Câmaras Municipais e deliberação de moções contrárias à PEC 32; e,

b) Audiências Públicas nas Assembleias Legislativas e deliberação de moções contrárias à PEC 32.

4) Governadores e Prefeitos: Visitas e demanda de posicionamento.

5) Campanhas nos meios de comunicação: Participação em programas de rádio e TV.

6) Campanhas nas mídias sociais e conteúdos online: 

a) Difusão dos materiais da campanha nacional;

b) Curtir, compartilhar e seguir as redes sociais da campanha nacional;

c) Difusão dos materiais das entidades, sindicatos e centrais sindicais; e,

d) Elaboração de conteúdos nas bases, adaptação de conteúdos, criação de redes e canais de comunicação.

7) Deputados Federais

a) Pressão sobre os parlamentares;

b)Utilização das redes sociais e dos sites como Na Pressão; e,

c) Campanhas denunciando nos estados e municípios os deputados que votam contra os serviços públicos.

 As centrais sindicais que se reuniram no Encontro e elaboraram as propostas foram a CUT, CSP-CONLUTAS, CTB, PÚBLICA, CGTB, UGT, Força Sindical, Intersindical Central da classe trabalhadora, NCST – Nova central, CSB, Intersindical – Instrumento de luta e organização da classe trabalhadora, além de outras entidades representativas do movimento de trabalhadores e trabalhadoras como FONASEFE, Movimento BASTA, UPB – União dos Policiais do Brasil, e também da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público.

 O SINTIFRJ se une à luta e reconhece que sem a mobilização em todas as esferas não é possível alcançar esses objetivos que protegem as servidoras e servidores! 

 Saudações sindicais!

Direção Executiva do SINTIFRJ – Biênio 2021/2023

 Observação: Leia o manifesto completo no link a seguir: Manifesto do Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público, e para mais informações, acesse as redes sociais: Instagram – @contrapec32 e Facebook – https://www.facebook.com/contraapec32/

 

Compartilhe!