Lutas

Dia Nacional dos Profissionais da Educação

Hoje, seis de agosto, é o Dia Nacional dos Profissionais da Educação. Instituída por lei em 2014 e comemorada pela primeira vez em 2015, a data reforça a necessidade do reconhecimento e valorização de todos os profissionais de escolas, institutos e universidades. Isso porque uma comunidade escolar não é formada apenas por professoras(es) e estudantes, mas por técnicas(os) administrativas(os), secretárias(os), cozinheiras(os), faxineiras(os), entre outras. 

Sabe-se que os profissionais da Educação ainda são muito precarizados. Os professores não têm reajuste há mais de cinco anos e os TAEs, há mais de oito. Já as (os) trabalhadoras(es) terceirizadas(os), muitas vezes, ficam sem receber salários das empresas contratadas escancarando o quão nefasta é a privatização dos serviços públicos, como tem acontecido.

Tudo isso, junto à conjuntura atual, com inflação alta e alimentos caríssimos, torna muito mais difícil a vida desses profissionais, que têm trabalho essencial dentro das instituições de ensino, e precisam estar bem para poderem executar bem o serviço. Por isso, é necessário que todos se juntem à luta por melhores condições de trabalho dessas(es) profissionais. 

Agora, o foco da luta sindical é pressionar os parlamentares para que os reajustes, tanto dos TAEs quanto dos docentes, sejam incluídos no orçamento de 2023. Permanecemos  lutando para que o governo, esse ou o próximo, priorize mais investimentos em Educação, evite a terceirização e valorize servidoras e servidores públicos. 

Só a luta muda a vida!

Saudações sindicais!
Diretoria Executiva / SINTIFRJ
Biênio 2021 – 2023

Compartilhe!