InstitucionalLutas

Assembleia local define mobilização em São Gonçalo

O SINTIFRJ informa à categoria que na assembleia realizada ontem, 18 de maio, em São Gonçalo, foi criada uma comissão composta de docentes, estudantes e funcionários técnico-administrativos para organizar a programação de atividades do próximo dia 24 no campus. Marcela Menequini, professora do campus e membra da DIREX, esteve presente na assembleia, conduzindo os trabalhos juntamente com o técnico-administrativo Paulo André Ferreira.
 
Em conformidade com o que foi deliberado em votação na assembleia geral do SINTIFRJ no dia seis de maio, o dia 24 de maio será o Dia de Ação em Defesa do IFRJ e da Educação Pública, quando haverá paralisação de atividades ordinárias nos campi e atividades de mobilização para a greve. Na assembleia geral, além de ter sido ressaltada a necessidade de haver comissões de mobilização em cada campus, foi também mantido o estado de greve da categoria.
 
As mobilizações são importantes para conscientizar a comunidade do instituto sobre a necessidade da greve para pressionar o governo federal a atender ao pedido de 19,99% de reajuste nos vencimentos dos servidores, protocolado no Ministério da Economia no início do ano. Os servidores federais acumulam mais de 30% de perdas salariais nos vencimentos há mais de cinco anos, e o índice pretendido busca repor apenas as perdas inflacionárias desde o início do governo Bolsonaro.
 
Nesta semana, a DIREX do SINTIFRJ enviou um ofício ao reitor do IFRJ, Rafael Almada, comunicando sobre a paralisação e solicitando “a colaboração e união dos Diretores Gerais de cada campi, para fortalecer o movimento em prol das reivindicações da nossa categoria”, conforme consta no documento, também publicado neste link: https://bit.ly/38wD3C5
 
Saudações sindicais de luta!
DIREX – Biênio 2021 – 2023.
Compartilhe!