DestaquesNotíciasÚltimas

Carta Aberta de Mães das mães servidoras e alunas do IFRJ

Um grupo de mães, servidoras e alunas do IFRJ, divulgou um documento chamado Carta Aberta de Mães, com a finalidade de sensibilizar a comunidade e mobilizar o desenvolvimento de políticas públicas de acolhimento a mães e crianças no ambiente acadêmico e laboral através de mudanças na estrutura física e simbólica dos campi. Você pode acessar a carta completa pelo link no fim do texto.

O documento tem origem no relatório da roda de conversa “Criaturas invisíveis: o (não) lugar de mães e crianças no IFRJ”, proposta pela servidoras e docentes de diversos campus, que inclusive estarão presentes em uma live que o SINTIFRJ promoverá sobre o tema nesta quarta feira, dia 12 de maio, às 16h.

Ações como apoio à gestação, adoção e amamentação, acolher a presença de crianças, garantir fraudários, espaço para as crianças e extração de leite, a permanência de estudantes mães nos estudos além do regime de exercícios domiciliares, são algumas das exigências que estão na carta e serão debatidas.

Elas reforçam os agravos que a pandemia causada pela COVID-19 trouxe às suas famílias, amigos e colegas de trabalho e que ficaram ainda mais nítidos os problemas enfrentados na maternidade, no puerpério, na lactação, sendo os temas ainda negligenciados pela sociedade em geral, havendo um apagamento dessas questões dentro da Instituição.

Neste dia das mães de 2021, o SINTIFRJ dedica a data à todas as mães trabalhadoras, em especial nesse post, às mães do IFRJ que estão lutando pelo seus direitos de mulher e maternidade. Estamos sempre a disposição de toda a categoria! ✊🏾

Carta completa: CARTA ABERTA ESCRITA POR MÃES À COMUNIDADE DO IFRJ edição final

Compartilhe!