Nota do Nugeds e do Coletivo Nós por Nós
24
jun

Nota do Nugeds e do Coletivo Nós por Nós

NOTA DO NUGEDS E DO COLETIVO NÓS POR NÓS À COMUNIDADE

Manifestamos nosso repúdio à situação ocorrida no dia 18 de junho durante uma Roda de Conversa promovida pelo Núcleo de Estudos sobre Gênero e Diversidade Sexual (NUGEDS, campus Pinheiral), em parceria com o Coletivo “Nós por nós”; encontro esse cujo objetivo foi proporcionar um espaço de diálogo e acolhimento daquelas que se sentem vítimas diretas ou indiretas de situações de assédio sexual, tomando, por base, relatos extraídos da rede social Twitter envolvendo o nome do Instituto Federal do Rio de Janeiro, Campus Pinheiral.

A atividade veiculada pela plataforma do Google Meet foi violada por um grupo de aproximadamente quatro pessoas ainda não identificadas que acessaram a reunião online, proferindo ofensas de cunho misógino, gordofóbico e racista direcionadas às docentes. Isso sem falar que os mesmos desconhecidos intimidaram e ameaçaram todas pessoas presentes a partir do relato de um suposto estupro. Músicas, imagens e mensagens ofensivas foram publicadas no chat, dirigidas a todas as presentes, em sua grande maioria, menores de idade.

Haja vista que a conduta de tais indivíduos configura diversos crimes, encaminhamos a denúncia, oficialmente, aos canais administrativos e jurídicos para que executem o processo legal e investigativo com vistas à coibição de condutas criminosas que comprometam ações democráticas no ambiente escolar.

O Núcleo de Estudos sobre Gênero e Diversidade Sexual do Campus Pinheiral reafirma o compromisso social e institucional com as políticas educacionais de combate a todas as formas de violência, e em especial, à violência de gênero no âmbito do IFRJ. Continuaremos atuando incansavelmente em parceria com toda a rede educacional pública ou privada e de suporte e apoio a toda/o/e estudante, dando diligência às denúncias de assédio sexual com vistas a garantir a proteção integral de adolescentes, estudantes deste Instituto, e em prol de uma sociedade verdadeiramente democrática.

Assinam a nota: Núcleo de Estudos de Gênero e Diversidade Sexual IFRJ CPIN e Coletivo Nós por Nós

Sobre a posição do SINTIFRJ: 

Sobre o caso relatado, nós do SINTIFRJ se solidariza com o Nugeds de Pinheiral e se coloca à total disposição de seus integrantes. É preciso conter as ameaças de extrema-direita em nosso IFRJ e preservar a integridade física e emocional de todos e todas. Após o acolhimento, orientamos que as companheiras fizessem o boletim de ocorrência registrando a queixa do crime e disponibilizamos nossa assessoria jurídica e a de outros grupos de Direitos Humanos. As direções devem apurar rigorosamente todos os casos de assédio e violência de gênero em nossos campi. Pela defesa da autonomia organizativa das mulheres, do feminismo e da diversidade sexual!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *