Orientações sobre a autodeclaração
19
maio

Orientações sobre a autodeclaração

ORIENTAÇÃO DO SINTIFRJ SOBRE (NÃO) PREENCHIMENTO DE AUTODECLARAÇÃO DE SAÚDE DA FAMÍLIA DOS SERVIDORES E DAS SERVIDORAS
Orientamos aos servidores e servidoras do IFRJ a aguardarem os esclarecimentos e não preencherem a “Autodeclaração de Saúde da Família” solicitada pela Diretoria de Gestão de Pessoas aos campi. Em e-mail, a DGP diz estar seguindo as orientações do Ministério da Economia de Paulo Guedes para que os próprios servidores e servidoras respondam até o dia 22 deste mês sobre suas condições de saúde e de seus familiares. O intuito é explicito: auxiliar no planejamento do retorno das atividades presenciais.
Em meio a maior pandemia e crise sanitária da história do país, a qual impôs a suspensão do calendário letivo e das atividades presenciais, obrigando-nos ao distanciamento social por tempo indeterminado, o Ministério da Economia, que cada vez mais demonstra que não está preocupado com a saúde dos trabalhadores e sim com os lucros, pretende “sondar” de modo irresponsável e sem nenhum rigor sanitário ou científico  quem está apto ou não para o retorno das atividades.
De tal modo, o preenchimento de tal documento nos parece no mínimo precipitado. Não iremos embarcar nessa armadilha. Por isso, informamos que o SINTIFRJ solicitou reunião com a DGP  para esta terça-feira para termos mais esclarecimentos a respeito desta autodeclaração. Até o retorno dessa reunião, orientamos aos servidores e servidoras do IFRJ a ignorarem e não preencherem a declaração solicitada.
A nossa resistência ao COVID-19 está em cuidar de nossa saúde, em preservarmos a vida.
#Fique em casa.
Rio de Janeiro, 18 de maio de 2020.
Coordenação do SINTIFRJ
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *