Sobre a pandemia e a greve da educação
16
mar

Sobre a pandemia e a greve da educação

Prezadas servidoras e Prezados servidores,

Diante da atual situação de pandemia do corona vírus, vimos informar que o Ato marcado para o dia 18 de março está suspenso. Consideramos ser a única atitude prudente e responsável nesse momento.

Diferentemente do que fez o presidente da república, alguns políticos e líderes religiosos que cometeram um atentado à saúde pública ao convocar manifestações para o último domingo, dia 15 de março, entendemos que a hora é de absoluto cuidado e respeito às recomendações das autoridades médicas e sanitárias brasileiras e mundiais.

Chamamos atenção que a Greve Nacional da Educação, marcada para o dia 18 de março e decidida em assembleia geral do SINTIFRJ está mantida.
Em face da impossibilidade de manifestação física nas ruas, ocuparemos as redes sociais e canais de comunicação para demonstrar nossas reivindicações e nossas propostas para a sociedade, e para denunciar as políticas de destruição dos serviços públicos, do ensino público e de esmagamento dos servidores públicos.

Também para denunciar o prejuízo para toda a sociedade resultado das ações e projetos deste governo.
Mais que nunca é preciso defender os serviços públicos essenciais para a sociedade brasileira, como a educação pública, o investimento na ciência e o SUS.

Direção do SINTIFRJ

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *