Vivas, livres e Resistentes!
26
nov

Vivas, livres e Resistentes!

‘Vivas, livres e Resistentes’ foi tema do 2º Encontro de Mulheres do SINASEFE

Antes da realização do 33º Encontro Nacional do SINASEFE, mulheres de todo o país organizaram o 2º Encontro Nacional de Mulheres do SINASEFE, cujo tema foi “Vivas, Livres e Resistentes”, realizado no dia 13 de novembro de 2019, em Brasília- DF, com a participação de cerca de 240 mulheres, representando de forma diversificada as seções sindicais de norte a sul.

Heloisa Santos, professora de Belford Roxo, falou que esse encontro foi muito bem organizado e todo ele gerou em torno de quatro grandes temas: GT conjuntura e a situação da mulher; GT raça, gênero e classe; GT LBT e o GT violência de gênero. “Cada um dos GTs construíram seus conteúdos e depois foram apresentados, reunidos num documento final e lido na plenária. O que mais ficou posto foi que o encontro que antes era de três dias, não foi suficiente e muita gente sentiu falta do momento de formação. Tinham mais mulheres do que no ano anterior. Muitas demandas, especialmente, muitos questionamento sobre assédio, muito interesse nas questões de diversidades. Foi muito positivo e só confirmou a necessidade da formação”, disse. 

Para Cristiane Moreira, professora  no campus Engenheiro Paulo de Frontin; Mestre em Engenharia de Telecomunicações (INATEL) e diretora de comunicação do SINTIFRJ, estar no 2º Encontro de Mulheres foi importante, vi no encontro um espaço de resistência, um espaço apropriado para se debater questões de opressões contra as mulheres, machismo, assédio. Senti que muitas mulheres foram para o encontro e viram que ali poderiam se abrir, falar do que sentem e do que sofrem em seu cotidiano, principalmente em seus locais de trabalho. Todas nós saímos dali mais fortes. Senti falta de discussões mais críticas, mais relacionadas às questões de classes e estrutura do sistema, discussões políticas, mas entendo que estamos apenas começando e que a tendência é que com a ampliação desse espaço nas regiões, e com uma maior frequência, as discussões e os debates se qualifiquem nos próximos encontros. Os GTs concluíram que é necessário mais tempo e não só um dia, além de identificarem a importância de se fazer esse encontro regional, local, depois abrir para um encontro maior”, afirmou. 

No Rio de Janeiro, 2020 será um ano de construção desse espaço de formação, de discussão e de realização e fortalecimento de mulheres que trabalham e estão diretamente conectadas nos IFs, o SINTIFRJ, por exemplo, já saiu do Encontro de Mulheres, com a tarefa de pensar e organizar com a categoria espaços como estes.

Quer saber mais como foi o 2º Encontro de Mulheres? Entre nos links abaixo:

https://sinasefe.org.br/mulheres/

Logo após o Encontro de Mulheres, ocorreu o 33º Congresso Nacional do SINASEFE

De 14 a 17 de novembro de 2019, foi realizado o 33º Congresso do SINASEFE (CONSINASEFE) com o tema “É preciso lutar, é possível resistir!”, em Brasília-DF. Estiveram presentes mais de  300 delegados e mais de 200 observadores e convidados de todo o Brasil, com a representação de mais de 50 organizações sindicais. O objetivo foi debater planos de lutas, estratégias de lutas, além de reformas estatutárias. 

O SINTIFRJ esteve presente com 12 delegados e mais três observadores que compõem a nova coordenação sindical do CEFET-RJ. “Foram delegados e observadores de diversos campi do IFRJ trazendo uma ampla representação de debates e participações. Os delegados participaram ativamente das discussões, das decisões, da construção. Agora, as falas e apresentações de teses serão enviadas ao congresso”, contou Michelangelo Torres, professor do campus Pinheiral; Doutor em Ciências Sociais (UNICAMP) e diretor do SINTIFRJ, que esteve durante todos os dias do encontro em Brasília. 

Michel conta também que “a base aprovou a desfiliação do SINASEFE da CSP Conlutas; aprovou ainda o indicativo de construção de uma Greve Nacional dos servidores públicos. É importante destacar que este foi o primeiro congresso que se exigiu paridade de gênero, e aprovou ainda a construção do Fórum Nacional de Liberdades Democráticas que será realizado já nos dias 14 e 15 de dezembro, em São Paulo, e o SINTIFRJ estará presente em toda a construção”, finalizou Michelangelo Torres.  

Leia aqui mais informações de como foi o Congresso:

https://sinasefe.org.br/site/documentos/foruns-deliberativos/consinasefes/33o-consinasefe/

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *