Em governo de “balbúrdia” defendemos a Educação
01
out

Em governo de “balbúrdia” defendemos a Educação

Em governo de “balbúrdia” defendemos a Educação: Greve Nacional de 48h da Educação Federal!

A partir de um balanço de nove meses de governo Bolsonaro, é possível dizer o governo federal elegeu a Educação como inimigo público em potencial. Bolsonaro foi o candidato que mais falou em educação nas eleições/2018. Não é a toa que a educação é o setor que mais tem sido atacado por seu governo de extrema-direita. Destacamos o apoio ao nebuloso Programa Escola Sem-Partido – que em verdade representa um projeto de educação com mordaça -, a ações como tentativa de inserir fake News nos livros didáticos, comemorar o golpe civil-militar de 1964, recomendação do então ministro Velez Rodrigues a que as escolas cantassem o hino nacional com alunos filmados e lendo o slogam do partido do presidente, anúncio de “balbúrdia” das instituições de ensino seguida do corte de 30% de verbas nas universidades, institutos e Fundeb por parte do atual ministro (ou sinistro) da educação, Abraham Weintraub – homem do mercado financeiro, e não da educação -, o projeto de militarização das escolas e, recentemente, do Programa privatista Future-se.

*Michelangelo Torres é professor doutor do IFRJ, Coordenador Geral do SIntifrj e membro da Direção Nacional do SINASEFE. 

Leia texto completo: encurtador.com.br/oAOXZ

Nosso compromisso é nas ruas!

#EmDefesadaEducação
#SintifrjNaLuta

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *