Sintifrj informa:
27
fev

Sintifrj informa:

O SINTIFRJ, respeitando decisões de assembleias da categoria, divulga para a base:
– Estamos realizando visita aos campi do IFRJ para debater temas conjunturais do funcionalismo e da educação pública, bem como específicos do IFRJ e da Rede Federal. Solicitamos que os servidores entrem em contato com a direção ou representantes locais do sindicato. Temas de Debate: Reforma da Previdência; Escola Sem Censura; PL. 11.279/19 (que altera a legislação dos IFs e impacta diretamente o caráter de nossa Rede) /reordenamento da rede; Conjuntura Nacional; Carreira dos TAE e Docentes; Assédio Moral; Formação Sindical.
– Neste mês de fevereiro, a Coordenação do Sintifrj participou da Plenária Nacional do Sinasefe e a Reunião Ampliada do Fonasefe (Brasília); Fórum Sindical, Estudantil e Popular em Defesa dos Direitos e Liberdades Democráticas (SP); Planária Nacional da Classe Trabalhadora convocada pelas Centrais Sindicais (SP); Frente Nacional Escola Sem Censura (RJ); Frente em Defesa da Educação Pública, Inclusiva e Democrática (Niterói-RJ), reunião de preparação do 8M na Cinelândia, reunião com a Direção Nacional do Sinasefe, bem como estivemos presentes em solidariedade ao ato de greve dos professores municipais de SP.
– Realizamos nossa Assembléia Geral no dia 07 de fevereiro deliberando por:
Permanecermos em estado de alerta contra os ataques do governo Federal a nossa Rede e aos servidores públicos em geral;
Construir e fortalecer o 8 de Março enquanto um dia de luta;
A próxima Assembleia Geral está marcada para ocorrer dia 14 de março. A proposta é que, caso aprovado, todos nos somemos aos atos do 14M em memória de Marielle Franco, no centro do RJ ou nas regiões em que houver ato próximos aos campi do IFRJ;
Construir e fortalecer as ações contra a proposta de Reforma da Previdência;
Compor o Encontro Nacional de Educação (ENE) e o Encontro regional do ENE no RJ;
Incentivar os campi que ainda não têm representantes sindicais que realizem assembleia local, com a presença da Direção do Sindicato, para eleger dois representantes (preferencialmente com paridade de gênero / um técnico e um docente);
Fortalecer os canais do comunicação do sindicato (site, whatsapp, facebook, jornal impresso, murais do sindicato nos campi, informativos online;
Abaixo Assinado em apoio aos servidores e a autonomia do campus de São João do Meriti (contra a intervenção da reitoria da DE e DA do campus);
Abaixo Assinado destinado ao Gabinete da Reitoria e ao CONSUP defendendo os princípios da liberdade e da democracia no IFRJ, exigindo que o Reitor e o CONSUP se posicionem em defesa de seus servidores diante das ameaças às liberdades democráticas e de cátedra docente;
Apoio aos movimentos sociais e estudantil;
Por fim, destacamos a cotidiana realização de inúmeras assessorias jurídicas e orientação a servidores, acolhida de denúncias, bem como realização de palestras e trabalho de base nos campi, reunião com Reitoria e com Frentes de articulação de lutas em defesa da Educação Pública e do Funcionalismo Público.
Você não está sozinho.
Filie-se ao SINTIFRJ
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *